Cisternas Rachadas - Jeremias 2.13-14

 

 

ICT.: O Povo abandonou ao Senhor e construiu cisternas rotas.

O.G.: Pastoral

Data: 24 de maio de 2015. PIB em Goiânia. Culto da Manhã.

 

Introdução

Já cavei um poço, de cerca de 5 a 7 metros, com muito esforço, com muita luta, posso dizer que dá trabalho cavar 1 poço. Assim era cava cisternas, que funcionam como um reservatória de água, mas guardar grandes volumes de água. Mas veja o que Deus diz ao seu povo que andavam longe dos Seus caminhos.

---leitura do texto---

O profeta Jeremias viveu nos anos entre 627 e 587 a.C. Foi profeta durante quarenta anos, profetizando a Judá e as nações gentílicas. Jeremias nunca casou. Viveu no reinado de Josias, ocasião em que houve um avivamento, ainda que de pouca duração; no reinado de Zedequias, que apesar de gostar de ouvir o profeta, não colocava em prática o que ele falava; também do rei Jeoaquim que desprezava as suas palavras e inclusive tentou matá-lo. O povo de Judá estava afastando-se de Deus, este então enviou Jeremias para falar do perigo que estava incorrendo em não voltar para a fonte de águas, que é o próprio Deus. Por quarenta anos Jeremias denunciou o pecado do povo e os chamou ao arrependimento, sofrendo por isso severas privações. Foi lançado na prisão por duas vezes (Jr 37,38), foi levado forçadamente para o Egito (Jr 43), foi rejeitado por seus vizinhos (Jr 11.19-21), sua família (Jr 12.6), e pelos reis (Jr 36.23).

Dá muito trabalho cavar um cisterna, mas de que adianta tanto trabalho se não há utilidade.

O que Deus fala nos serve de advertência...

 

1 – Abandonar a Fonte Eterna

Fonte da Água da Vida

Está escrito no Salmo 36.9: “Pois em Ti está o manancial de vida...”. Jesus disse sobre si mesmo em João 7.37-38: Se alguém tem sede, venha a mim e beba” e “do seu interior fluirão rios de água viva”.

Note que um homem pode viver sem ouro, sem dinheiro, mas não sem água. Este bem precioso já era caro nos tempos bíblicos e em regiões desérticas.  O desejo de estar na presença de Deus é algo essencial, primário. E buscar na fonte certa é um Estilo de Vida. É preciso saber de que fonte nós bebemos. Crer no Senhor Jesus é buscar esta fonte. Observe ainda que Deus não fala que é um lago, um reservatório, mas uma fonte eterna que jorra água, dá e mantém a Vida. Mas o povo abandonou ao Senhor...

 

a) Esqueceram de Deus: Mesmo com enorme poder, com grandes milagres e impressionantes demonstrações do amor, o povo ainda assim, esqueceu de Deus. De todos os relatos vistos e ouvidos, de toda a Palavra escrita, de tudo o que os profetas falavam, ainda assim esqueceram de Deus,

Ilustração: Observe que isso não é um privilegio dos tempos bíblicos, onde vemos que a universidade surgiu dentro da Igreja e hoje é posta de fora.

Não podemos viver no passado, mas jamais podemos deixar de lembrar do que Deus já fez, no meio do seu povo e em nossas próprias vidas. Isso deveria ser falado nos almoços, nos encontros familiares em nosso dia a dia. Para que nunca se esqueçam de Deus.  

b) Rejeitaram deliberadamente a Deus. Uma coisa é esquecer, o que é ruim, outra pior é deliberadamente se distanciar de Deus. Rei após Rei cada um confiando em seus próprio poder e conhecimento se afastaram do Senhor. Foram 40 anos de ministério de Jeremias, 40 anos sendo a voz de Deus, mas que não foi ouvida e menos ainda posta em pratica. Estava diante dele a Fonte de Água Eterna, mas quiseram procurar da ;agua do Nilo (Egito) e da Água do Eufrates (Assíria). Deixaram de confiar em Deus, Senhor de toda a terra, para confiar em reinos e nos seus próprios umbigos. E é claro que falharam. Buscar água na fonte errada resulta em consequências perversas.

Temamos por isso nos dias de hoje. Temo quando vejo algumas igrejas pregando o erro, e pessoas, que tendo provado do amor de Deus o tenham trocado por um punhado de coisas e por soluções próprias. Dinheiro maldito, pois na sua abundancia levou muitos para o cativeiro.

Aplicação: Como nós abandonamos a Deus?

- Quando não o pomos em primeiro lugar. – Seu primeiro pensamento do dia é no Senhor?

- Quando estamos ocupados demais para orar. – A oração é o elemento central na vida cristã.

- Quando o “eu” fala muito mais alto que Deus. – O nosso egoísmo pecaminoso nos distancia de Deus.

 

 

2 – Construir  Cisternas Rachadas

Cisterna, vem do hebraico “bor”: lugar cavado, poço. É um termo usado 67 vezes no Antigo Testamento, e a cisterna era um lugar onde era guardada água potável. A maioria dessas cisternas eram reservatórios cobertos, escavados na terra ou na rocha, para onde escorria o excesso das águas da chuva e guardadas para serem usadas no período da seca na Palestina que abrangia entre maio e setembro.

>>>>Uma cisterna seca e abandonada podia ser usada como cárcere, conforme vemos com José e com Jeremias (Gn 37.22; Jr 38.6).

Em vez de buscarem a fonte eterna, cavam cisterna e cisternas rachadas. Que deram mito traba;ho para serem construídas, mas que tinham apenas aparência.

a) Trabalho em Vão: Dá muito trabalho cavar um cisterna, se for em rocha, mais ainda. Há muito trabalho em vão em nossos dias que cansam as pessoas com muitas atividades e eventos, mas que não atende em nada nem aos propósitos de Deus e nem o da Igreja.

Ilustração: a Ovelha do Pr. Walmir que fazia tudo na Igreja e abandonava a sua família.

Há muito por fazer, mas existe algo de mais importante.

b) Aparência: Bonita cisterna, por fora com estrutura forte, pode até ser adornada, mas por dentro rachaduras tão profundas que agua nenhuma pode ficar. Jeremias falou tanto sobre isso, sobre o abandonar a Deus, coisas que nem os pagãos faziam, falou sobre poder, sobre pecado, sobre falsas promessas de paz. Profetas que dizem mentiras (Jer. 14:14).

Cristo sempre criticou os hipócritas, os chamava de sepulcros caiados.

c) Rachaduras: As rachaduras destas cisternas foram feitas pelas próprias mãos dos homens, que resolveram trocar a Fonte por uma Cisterna feita por mãos de homens, com aparência de qualidade, rachada na sua alma. Impossível de reter água não cumpria em nada o seu proposito. Ilustração: Ana Bagby disse na época da construção do Colégio Batista em São Paulo: “Senhor, no dia que esta instituição deixar de anunciar o Teu Evangelho, deixe-a morrer”

Poderiam ser pequenas rachaduras, mas creio que eram grandes, mas água se esvairia de qualquer forma. Cuidado com as rachaduras da vida, tanto as grandes, quanto as pequenas.

 

3 – Voltar-se e Voltar para  Deus

Sempre encontramos homens que desistiram de Deus, mas Deus nunca desistiu do homem. A Mensagem de Jeremias, era numa época de lamento, opressão e dor, mas sempre foi um convite a um retorno a Deus. O convite que era feito pelo profeta, continuou pelos outros profetas e encontrou seu máximo de clamou em Jesus Cristo. Arrependam-se e creiam no Evangelho. Como é preciosa a mensagem de salvação, como é único o caminho.

Voltar-se: pois devemos olhar na direção certa. Deus insiste conosco. Ë descobrir todo o sentido da vida, o motivo de estarmos aqui na Terra e o desejo de voltar para Deus, para os braços do Pai. Jesus Cristo nos leva a olhar na direção correta: Não é o Norte (Assiria), não é no Sul (Egito) mas para o Alto, no Céu.

Voltar: Temos Sede e por isso precisamos desta Fonte da Água da Vida. Vamos, caminhemos em direção da Fonte e prossigamos firme até o Dia Final.

 

Conclusão

 

 

 

A vida é uma escolha entre uma Cisterna Rachada e a Fonte da Água da Vida. Uma simples escolha. Alguns optam bela beleza da cisterna, mas não conseguem ver seu interior rachado pela própria escuridão. Mas convite feito pela Palavra de Deus é irmos direto à Fonte, bebermos de da água pura e eterna e nos saciarmos para sempre.  

Ilustração: Em tempos de seca convém falarmos da Fonte. O mundo está sedento e construindo cisternas rachadas. A todos aqui o desafio de irmos a Fonte.

Please reload

Featured Posts

Aquietai-vos - Salmo 46

January 5, 2015

1/4
Please reload

Recent Posts

September 13, 2015

Please reload

Follow Us
Please reload

Search By Tags
Please reload

Archive
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square