Lições de Jó

 

Palavras-Chave: Jó. Sofrimento. Salvação. Cuidado. Mudança. Perspectiva.

 

Introdução

Você passou por algum tipo de sofrimento? Ou ainda, acompanhou alguém que passava por isso? Se assim aconteceu vc precisa conhecer o Livro de Jó.

Um dos livros mais singulares da Bíblia, em especial do AT. Não se sabe quem é seu autor, nem faz nenhuma referencia a data ou às instituições de Israel, o que nos leva a entender que é uma história que aconteceu antes mesmo de Moisés. Mas observe que o problema apontado no livro é tão antigo quanto a humanidade: O Mistério do Sofrimento Humano. Deste fascinante livro queremos aprender 5 lições para nós, nestes dias...

 

1 –  Quem Sofre? (Inocentes e Justos podem sofrer) (1.9-11)

 “Os antigo diriam: “Como este homem, pode ser justo se sofre tanto?”. Nós cristãos perguntaríamos: “Como este homem pode ser piedoso se nada sabe sobre o sofrimento?” A melhor resposta dada sobre o sofrimento do crente é “para sermos participantes da sua santidade” (Robert Lee).  (Deus, porém, nos disciplina para aproveitamento, a fim de sermos participantes da sua santidade. (Heb 12.10))

Uma das grandes lições de Jó vai contra muito da crença tanto antiga quanto recente de que todo o sofrimento é fruto do pecado. Esta crença tão enraizada estava presente em todos os discursos dos amigos de Jó, bem como na pergunta dos apóstolos “Quem pecou para que este homem fosse cego...” (João 9.2).

Do texto de Jó aprendemos sobre o sofrimento...

  • Nem sempre sabemos o motivo. Talvez a grande decepção no livro de Jó e não termos uma resposta divina clara sobre o porquê. No entanto, vemos que todo o processo de dor de Jó serviu ainda mais para que ele crescesse, influenciasse outros e fizesse a Glória de Deus ser manifesta. (nossa leve e momentânea tribulação...2 Cor 4.17)

  • Há uma dimensão espiritual acima de nosso conhecimento. Do diálogo entre Deus e Sataná, demonstra que...

    O mal sempre quer o nosso mal.

    Que Deus confia nos seus.

    Deus permite ou impõe limite.

  • Nem todo sofrimento é causado pelo pecado, mas alguns são. (Capa de Acã- Josué 7)): Não podemos classificar os sofrimentos aos olhos humanos, mas podemos aprender a orar por misericórdia, acomoanhar em amor e superar todas as barreiras. Cristo morreu na Cruz por todos, todos merecem a misericórdia divina.

 

2 – Como sofrer?  (ser um servo de Deus é estar além das questões meramente humanas e materiais.) (1.21-22 e 42.4-6)

  • A reação de Jó à primeira parte do seu sofrimento foi espontânea e intensa: ler versos 20 e 21. Observe que nas palavra de Jó ele compreendia que todas as coisas provem de Deus. Lamentou-se, chorou, mas orou. Observe o texto:

  • Se humilhou (rasgou a roupa, raspou o cablo e lançou-se em terra): Precisamos aprender a nos humilhar diante de Deus, mesmo quando formos grandes.

  • Adorou: Esta expressão me chamou a atençãoo, pois no mais triste dia de sua vida, ainda levantou a voz para adorar ao Senhor. Que o seu louvor esteja sempre em nossos lábios, nos dias bns e nos maus.

  • Não pecou: achando que tudo já havia ido água abaixo poderia pecar, blasfemar ou se afastar de Deus. Mas ele escolheu não o fazer.

Mas avançando no texto e indo ao cap 42, vemos os versos 4 e 6:

  • Reconhece a Supremacia de Deus.

  • Reconhece ao próprio Deus (ouvindo e vendo)

  • Humilha-se diante de Deus.

Aplicação: Jesus, o Servo Sofredor, posto na cruz se humilhou sofrendo tod a dor do mundo, por vc e por mim, em nenhum momento se queixou, mas antes testemunhou do Grande Deus, quer esteja na cruz, no monte, ou subindo aos Céus.

 

3 – a dor nossa de cada dia (o sofrimento real de um homem real diante de situações do dia a dia.)

  • O texto de Jó não é uma ficção ou fábula, mas a a história de um homem real que sofreu aflições reais:

    Perda de Bens: este parece ser a grande aflição atual.

    Perda da Família: os desastres que dividem o lar.

    Perda da Saúde (elefantíase e lepra): que desfalece nossa esperança.

  • Estas aflições foram causadas para tirar o chão de qualquer um, inclusive de um homem íntegro como Jó. Mas observe que o Foco não está no homem, mas sempre em  Deus. Pois se concentrarmos nossos esforços neste mundo onde a traça corrói, o ladrão rouba e tantas aflições humanas e carnais nos sobrevém, viveremos deprimidos e entristecidos. A felicidade não pode estar contida em algo que se pode tocar. Pois nenhuma dessas pode entrar no Céu.

  • Ilustração do PR. Jilton Moraes: E o Piano Tocará Outra Vez... Da jovem crente que pega lepra e passa seus dias no leprosário, e do que mais sentia saudade era de tocar piano, mas Cristo usando sua vida a pode transformar sempre num canal de bênçãos a todos alí. Até o dia em que ela morreu, mas que todos sabiam que o piano voltaria a tocar outra vez. Agora na eternidade.

 

 

4 – que consolo é esse?. (O Legalismo de seus “amigos” mais faziam sofrer do que consolavam a Jó.)(cap. 38-41)

Já não bastasse todo aquele sofrimento, que a notícia se espalhou pelo mundo conhecido. Era tanta desgraça que todos ficariam sabendo rápido. Juntou então ao amigo de Jo, e por cerca de 33 capítulo bombardeam Jó com crítica e acusações sobre o pecado, pois achavam que tamanho sofrimento só poderia ser resultado de um grande pecado contra Deus, e mesmo que Jó negasse, as acusações viriam. E foram duros com ele.

Não pensemos que isso é coisa do passado, temos visto crentes serem cruéis, quando deviam tratar com amor, sendo legalistas, quando deveria observar o coração e sendo punitivos, quando deveriam andar a 2ª milha. A Igreja é um hospital, lugar de pecadores arrependidos, lugar de começos e recomeços e tantas vezes qunto forem necessárias, que estas portas estejam abertas a uma pessoa arrependida que se achegue aos pés do Senhor. Que Jesus seja nosso modelo de perdão, de visão e de consolo, não estes amigos de Jó.

 

 

 

5 – Após encontrar-se com Deus (Como deve se comportar um homem após encontra-se com Deus.)  (42.1-6)

Tenho visto algumas pessoas dizerem que tiveram um encontro com Deus, num acampamento de fim de semana, ou num congresso que tenha isso, mas temo que algumas reações não são bíblicas e tenho como base o texto do cap 42, apos Jó ouvir e ver a Deus.

  • Humildade: este é o ponto do livro: não precisamos de mais sábios, ou mais espertos, ou mais ricos, precisamos de pessoas mais humildades, pois no lidar com Deus não tem lugar para os soberbos, mesmo os espirituais (que se acham santos mais que os outros) (“se você não for neste encontro você não é crente...”)

  • Limites: Sabe até onde pode ir e sabe que o Senhor está muito além do nosso pensamento , de poder e do tempo.

  • Ensinável: Jó queria aprender mais de Deus e com Deus.

  • Arrependido: pois embora justo e integro, percebeu que ainda era pecador.

  • Homem de oração: orou e só depois de sua oração é que Deus mudou o rumo de sua vida.

 

Conclusão

Como lidar com o sofrimento? Leia e Entenda o Livro de Jó. Alguns dizem que foi um rei, outros um príncipe, mas nada disso encontramos no livro, vemos apenas um homem justo e integro disposto a aprender mais de Deus e humilhar-se diante do Pai. Ai de nós, que ainda precisamos crescer mais com Deus.

"Porque para mim tenho por certo que os sofrimentos do tempo presente não são para comparar com a glória por vir a ser revelada em nós." (Rm 8.19.)

 

 

 

Perguntas para as casas acolhedoras

1 – Na sua opinião, quais os motivos do sofrimento humano?

2 – Como lidar com o sofrimento, à luz da reação de Jó.

3 – Como saber o nosso limite?

4 – Qual deve ser a nossa postura ao termos um encontro real e pessoal com Jesus?

5 – Como deve ser o nosso procedimento ao consolar alguém que sofre muito? 

Please reload

Featured Posts

Aquietai-vos - Salmo 46

January 5, 2015

1/4
Please reload

Recent Posts

September 13, 2015

Please reload

Follow Us
Please reload

Search By Tags
Please reload

Archive
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square