Para que o povo Sirva - 1 Pedro 4.10-11

 

Palavras-Chave: Servir. Serviço. Foco. Excelência. Glória de Deus. Próximo

Introdução

O próprio Cristo veio “para servir, não para ser servido” (Mateus 20.28). Por isso este tema é tão importante para nós.

Nesta que é chamada a a “Carta da Esperança, tendo em vista o Apostolo escrever para uma igreja que passava por grande sofrimento. No cap. 4 o tema Comunhão percorrer ele todo, mas em especial nos vs 10 e 11, o autor sagrado fala sobre Serviço. E queremos nos debruçar sobre o tema nestes instantes.

Ilustração: Conheci um pastor que dizia que “todos os crentes deveriam ter o dom de serviço”, não creio que seja assim, mas aprendi, à Luz da Palavra de Deus que todo aquele que crê, também SERVE.

No texto encontramos o desafio de servir uns aos outros, ou seja, na comunhão utilizamos nossos dons e talentos, mas para servir encontramos 3 diretrizes fundamentais: foco, Excelência e a Glória de Deus como objetivo.

1 – Foco

Descobri que não dá para fazer tudo ao mesmo tempo e apenas você. Acredite, eu tentei. O mundo é grande, os desafios enormes, e Deus nunca pediu a ninguém para fazer tudo, mas para que faça conforme o seu dom, o seu talento. “Cada um conforme o dom que recebeu” (v. 10). Dom é capacidade dada por Deus para realizar a sua obra, dado em porções diferentes a pessoas diferentes, mas todos visando o Aperfeiçoamento dos Santos (Ef. 4.12), portanto da Igreja e do Reino de Deus.

Deus concedeu a cada um que creu uma oportunidade de servir, quando mais Deus nos concede, mais ainda temos que contribuir com o Reino e com o Próximo. Observe que a “Graça Divina se manifesta em muitos aspectos”, mas concede a cada uma de nós o privilégio e a responsabilidade de usar as ferramentas que nos foram dadas para a Obra de Deus. Cada um com a sua. Deus concedeu a cada um uma ferramenta, para ser usada com precisão.

  • Escolha Um, ou permita que Deus escolha para você. Há algo que lhe tira o sono, que não lhe deixa dormir, que faz perder a fome, que anima e faz a diferença na sua vida ao ponto das pessoas de fora saberem disso. Bem, é isso que você deve fazer.

  • Tenha consciência da sua responsabilidade: “Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze- o conforme as tuas forças” (Ecl. 9.10) Lembre-se da Parábola dos talentos (5, 2, 1) (Mat 24.14-30)

  • Não tenha medo de aprender mais: Sabe o que você já faz bem, creio que pode melhorar. Já foi dito que o  o bom é inimigo do ótimo”, no que concerne aos dons ainda mais, pois sempre podemos ser melhores, que no conteúdo, quer na forma. Em Amor. Não falo de vaidades, mas de foco no que Deus tem concedido.

2 – Excelência

“Se alguém fala, faça- o como quem transmite a palavra de Deus. Se alguém serve, faça- o com a força que Deus provê”.  Aqui eu vejo claramente que a excelência deve fazer parte da vida cristã. Não cabe a nós, os que conhecem a Verdade, fazer a coisa mal feita ou pela metade. Se é para servir vamos fazer o nosso melhor. O melhor sempre para Deus.

Vemos que isso requer...

  • Dedicação: Ilustração: foi dito “ninguém sobre ao pódio no dia da competição. Os atletas que chegam aos primeiros lugares começam a subir muito tempo antes da data da competição, no treino, na dedicação ao que fazem.” O preparo para a vida espiritual e para o que devemos fazer acontece na Igreja e fora dela.

    Na Igreja: Na comunhão, no ensino, no compartilhar.

    Fora dela: No serviço ao próximo e no nosso dia a dia.

  • Discipulado: É uma palavra que foi usada de forma indevida ultimamente, pois não é um momento de ler um livro e estudar sobre assuntos espirituais, Jesus Cristo quando disse para “ir e fazer discípulos” queria dizer “andar com pessoas até que elas andem como Cristo.” (minha definição de discipulado – RCM). Veja o exemplo de Paulo, que depois de anos tomou a Timóteo, que depois de anos se tornou Pastor em Éfeso. Timóteo já era um jovem preparado e brilhante, foi preciso andar com Ele (tanto no sentido físico quanto de “acompanhar”) para que Ele fosse quem foi, mais parecido possível com Cristo (o mundo está assim, Tu porém...)

  • Determinação: A excelência requer esforço extra. Observando os versos 7 a 9 vemos que

    No v. 7 diz que devemos ser mais criteriosos, com nossas escolhas e tempo.

    Depois sóbrios (no sentido de muita atenção)

    E com Amor, que é a base de todas as ações na Igreja.

    Hospitaleiros: curiosamente incluindo

     

    aqui, mas a Igreja é relacional, olho no olho, vida na vida.

    Sem murmuração: que ninguém merece. Se cada palavra de reclamação fosse vertida em orações sinceras, creio que o mundo seria diferente. E você também.

    Todas as pessoas querem ser melhores, mas precisamos estar determinados a fazer o melhor para o nosso Deus.

Ilustração: Na parábola do Semeador, a semente que caiu em terra boa: “Outra, enfim, caiu em boa terra e deu fruto: a cem, a sessenta e a trinta por um” (Mat 13.8). Numa produção 30 por 1 é muita fartura, 60 ainda mais, mas 100 é excepcional. Creio que Deus nos concede oportunidades de fazermos conforme o seu querer e conforme nossa disposição à excelência de 30, de 60 e de 100, Nosso objetivo sempre deve ser produzir a 100.1. “Peço a Deus que eu seja um crente fora do comum” (George Whitefield)

3 – Glória de Deus – nosso objetivo

“Todo crente é um mordomo, não um proprietário.” (RNC) Sabendo disso, vemos que todo o nosso serviço deve ser unicamente para a Glória de Deus, ainda que em benefício do outro, para Glória de Deus, ainda que em benefício da Igreja, para a Glória de Deus.

  • Não fazemos como o mundo faz: nossa forma de trabalho é diferente (não esperamos nada em troca), nossos valores são outros (tudo baseado no amor nunca no lucro), os resultados esperados ainda mais diferentes (transformação de vidas).

  •  Sabemos quem é o nosso Senhor e Salvador: Bem, Ele é o dono, o proprietário, o Senhor e por causa do seu amor, nosso Salvador, que nos salvou deste mundo, das trevas, morte e do pecado e nos deu nova vida. Ele é nosso Senhor, por opção nossa, ele nos convidou e nós aceitamos o convite para a Vida Eterna. Por isso sabemos quem é o nosso Senhor.

  • Tudo é para a Glória do nosso Deus: Ao bom escritor um Nobel, ao bom Jornalista um Pulizzer, ao bom ator um Oscar, mas ao Criador de todas as coisas seja todo o louvor pelos séculos dos séculos amém. Como poder agradecer a este Senhor tão Poderoso e tão amoroso. Servindo-o de todo o coração.

Conclusão

Max Lucado disse: “Você não é a Solução de Deus para a Sociedade, mas uma solução na Sociedade” Como eu disse, creio que todo aquele que crê, serve. Para isso nesta noite convido para que você creia:

  • Aceite a Jesus como Senhor e Salvador da Sua Vida.

  • Sirva, com foco, com excelência e para a Glória de Deus.

 

Perguntas para Casa Acolhedoras:

1 – O que você mais gosta de fazer na Igreja e para o Senhor?

2 – Como eu posso me preparar melhor para servir ao Senhor?

3 – O que é Discipulado?

4 – O que é preciso fazer para ser um crente fora do normal?

5 – Qual é a diferença entre o trabalho Secular e o Cristão?

Please reload

Featured Posts

Aquietai-vos - Salmo 46

January 5, 2015

1/4
Please reload

Recent Posts

September 13, 2015

Please reload

Follow Us
Please reload

Search By Tags
Please reload

Archive
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square