Para Terminar Bem - Eclesiastes 7.8a

 

 

 

 

 

 

 

Palavras-Chave: Término. Vida. Caminhada. Chegada. Mudança. Prioridade. Persistência.

Introdução

30% dos líderes bíblicos terminaram bem, sendo que apenas 15% terminaram muito bem. (J.Robert Clinton). Após uma pesquisa extenuante dos personagens bíblicos e alguns critérios observou-se este alarmante dado. Lembramos por exemplo de Sansão, de Noé, de Saul. Por outro lado devemos lembrar de Davi, Pedro e Paulo. Creio que temos os desafio de vida de começar, continuar e terminar bem. Como fundamento deste estudo temos o texto de Eclesiastes. Como personagem central; temos a Salomão. Como alvo sempre teremos a Cristo.

---leitura do texto---

“Melhor é o fim das coisas do que o seu princípio”.

Para entender o desafiador livro de Eclesiastes vemos a história que ele conta de uma vida experimentada e olhando para trás pode ver a realidade da vida. Alguns afirmam que é um livro pessimista, outros realista, mas creio que mostra o homem sem Deus e o homem com Deus. Não dá para tentar explicar ao que não crê, que não quer crer, pois mesmos que houvesse um elefante na sala não o poderia ver como tal. A realização dos prazeres do mundo, quer riquezas quer outros, jamais podem satisfazer o homem, a não ser que Deus seja o Senhor de nossas vidas. A expressão “vaidade” (que aparece 29 vezes no livro) e é  palavra central que aponta para o homem (trabalho, sabedoria e posses).

Neste cap 7, o livro de Eclesiastes apresenta diversas comparações para a vida: “melhor (...) do que (...)”

 

1 – o Homem que Falhou

O escritor deste livro foi Salomão. O mais sábio dos homens sobre a terra. Em 2 Cronicas 1, encontramos Deus aparecendo a Salomão que agora herdava um império sólido e rico. Das opções da vida Salomão pede ao Senhor sabedoria e conhecimento, parece que era sábio antes mesmo de o ser. Deus assim o torna, de tal forma que sua fama excedia as fronteiras de Israel. Coube a ele também edifica o Templo do Senhor, que não oif permitido a Davi, e o fez com maestria, sabedoria e muito conhecimento das diversas artes dos homens: engenharia, arquitetura, siderurgia e tatas outras. Mais ainda nos chama a atenção no dia da inauguração do templo, quando Deus falou ao povo e o Templo se encheu da Glória do Senhor. Eram dias como nenhum outro em Israel: Unidade, forte, adorando ao Deus Único, tendo so olhos voltados para o Templo e para o Senhor.

Mas os tempos passaram. Salomão crendo mais na sua própria sabedoria começa a tomar decisões que vão longe dos caminhos do Senhor. Faz alianças duvidosas, une-se em casamentos políticos e juntos com esses casamentos começa a adorar outros deuses (feitos por homens), Salomão torna-se sábio e tolo até que se que torna totalmente tolo. E Termina mau seus dias. Por conta do seu desvio, logo depois Israel se divide em 2, há uma sucessão de maus reis e por fim todo o Reino de Israel vira pó, incluindo o majestoso templo.

Podemos pontuar alguns motivos que indicavam a queda deste homem. Já foi dito que “um avião não cai apenas por um motivo”. Vários motivos, alguns bem pequenos que somados causam desastres. Foi assim na vida de Salmoão e de muitos outros.

  • Quando EU penso que SOU independente. (princípio da Independência)

    É quando esquecemos de orar. Esquecemos de consultar ao Senhor. Esquecemos de consultar aos nossos irmãos. E nos garantimos no nosso próprio conhecimento. Que embora grande, pode conter falhas. Ë curioso como tato poder e tanto conhecimento tornou este homem solitário. E vai dizer em ec 1.18: “porque na muita sabedoria há muito enfado”.

  • Quando Eu penso que SOU maior que os outros. (princípio da Vaidade)

    Se Vaidade será repetido no livro de Eclesiastes é porque o desejo humano quer se sobrepor à Vontade de seguir a Vontade de Deus. O vaidoso não é apenas aquele que se admira no espelho, mas quem acha mais de si do que realmente é. Já via vaidade derrubar muitos homens: sábios demais, bons demais. Sem Deus tudo é vaidade.

  • Quando Eu cometo PEQUENOS deslizes. (princípio da Miopia)

    Ver distorcido. Quando olhamos para trás observamos como era lógico que isso iria acontecer. No caso de Salomão alianças com outros países, que Deus não aprovava. Aliança com casamentos que Deus não aprovava. Mas penso que ao ver o primeiro ídolo diante de si era para que este sábio homem caísse em si, mas distorcido da realidade não via o precipício à frente.

  • Quando EU só penso em MIM. (princípio do egoísmo)

    Havia muito mais que Salomão. Há muito mais que cada um de nós. E quando observamos mais a nós mesmos notamos que nossa vida é vazia.

Mas não podemos esquecer do principal: Salomão se distanciou de Deus. E escreveu um livro inteiro sobre um homem que vivia sem Deus, e isso tudo era vaidade.

Ë preciso ler o cap 9 (de 6 em diante) de 1 Reis para entender o que aconteceu...

---leitura do texto---

e tudo se tornou vaidade e ele não terminou bem.

 

2 – Uma Luz no Fim do Túnel

Num primeiro pensamento: ‘Se Salomão que era tão sábio falhou, quem dirá nós!” Mas devemos observar as Escrituras e agora nos atentarmos para p livro de Eclesiastes de forma mais direta.

Podemos entender este livro como uma visão da razão humana, e note a expressão “debaixo do sol” repetida várias vezes. É tão terreno a observação do autor e tão necessária em nossos dias.  A mensagem central é: sem Deus tudo na vida é desapontamento e enfado. E após 12 capítulos de pura realidade humana, aponta para a resposta em questão: cap 12.13 e 14:

“Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo homem. Porque Deus há de trazer a juízo todas as obras, até as que estão escondidas, quer sejam boas, quer sejam más.”

Podemos compreender isso:

  • Temer a Deus. Sim, sob o Sol, sob o Céu, mas nossos Deus está acima do Céu, maior que o Sol e sobre todas as coisas. Por isso é o autor, por isso é o consumador. “o temor do Senhor é princípio da sabedoria”. Se não houver, nem todo o conhecimento do mundo bastaria. TEMA A DEUS.

  • Guarde os  mandamentos do Senhor. Não são muitos, são práticos. São simples. Amar, respeitar, não pecar, sempre adorar e se arrepender, caso erre.

  • Deus é Justo. “Sempre tem jeito”. Se o homem se humilhar e buscar e se voltar dos seus maus caminhos. Nas palavras do Senhor a Salomão, assim é:

    Lembre-se Deus é Deus e nós oba de suas mãos, embora pó, ainda assim nos ama.

    Buscar a Deus requer a decisão de ir, por isso embora a mão poderosa de Deus esteja estendida a nós, cabe a nós elevarmos a nossa a Deus.

    Voltar dos maus caminhos. Sabemos que o caminho é ruim pelas placas, pelas condições da pista e pelo dano que nos causa. Entrando nele saia de lá imediatamente.

3 – A Verdade que Liberta

Jesus Cristo veio para salvar e junto com esta salvação nos dar direção. E nos tomar pelas mãos e guiar para o nvo caminho, para o único caminho. E sobre Eclesiastes aprendemos com Jesus...

  • Deus escolheu as coisas loucas do mundo para envergonhar os sábios (1.26). Pr. Luiz Sayão diz “que todo crente tem um pouco de louco”, porque cremos no que está acima do Céu, nossa esperança não está em coisas, nem em ouro, nem em nada parecido. Abrimos mao de tudo pelo nosso Senhor e simplesmente porque Ele nos convidou aceitamos a vida eterna. Para qualquer capitalista ou socialista ou qualquer outro tipo de governo é loucura. Para nós é Vida Eterna.

  • Na perspectiva cristã, devemos nos ater para...

     o Início (um bom começo é meio caminho andado). Ë Cristo que nos dá a direção e tudo o que fizermos que seja sob a Vontade do Senhor.

    O Meio. Enquanto Cristo caminhava com os discípulos para Emaús, foi a melhor jornada da da vida dele. E os apóstolos sempre lembraria de cada palavra que Jesus disse enquanto estava com eles aqui na terra. E cada viagem missionária de Paulo trazia consigo os desafios do poder de Deus. E cada momento com o Senhor é o melhor momento da vida e embora Eclesiastes diga que há tempo certo para todas as coisas, todos os momentos do crente pertencem a Jesus Cristo.

    O Fim. Se para o materialista é tudo vaidade, para nós não conseguimos vislusbrar o fim, mas vemos a eternidade. Jesus venceu a morte, que era o fim de todas as coisas e nos deu a vida, eterna. Não é o fim, mas o recomeço.

Ilustração: penso num diálogo entre Jesus e Salomão, e ao passear naquele palácio tão rico, Jesus diz: nada disso tem valor. E quando passar por aqueles ídolos frutos d aliança politicas, e Cristo diz: tudo isso está errado. E quando acabasse de mostrar tudo, Cristo apenas apontaria para o Céu  e diria:  teme a Deus, volta e segue.

Conclusão

Ilustração: Montanha Russa. Alguns pensam na vida como uma montanha russa. Cheias de Altos e baixos, mas no fim, volta para o mesmo lugar. Não é assim com Cristo. Para terminar bem precisamos estar bem cientes de nossas limitações e falhas, de nossas vaidades, deixa-las pra trás e seguir a Cristo.  Senhor de todas as coisas. Para isso:

  • Tema ao Senhor

  • Acerte as Coisas

  • Continue a caminhar.

 

 

Perguntas para Casas Acolhedoras

1 – Você conhece alguém que terminou mal?

2 – O que você acha a da afirmação: “temos muita iniciativa e pouca ‘acabativa’”

3 – Aonde Salomão errou na vida?

4 – Na prática, o que significa “temer a Deus”?

5 – Na sua opinião o que é melhor: o início, o meio ou o fim?

 

Please reload

Featured Posts

Aquietai-vos - Salmo 46

January 5, 2015

1/4
Please reload

Recent Posts

September 13, 2015

Please reload

Follow Us
Please reload

Search By Tags
Please reload

Archive
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square